(71) 9.8673 - 4933

 
Mayaro, vírus que pode estar se espalhando pelo continente e preocupa cientistas

Primeiro foi o chikunguya e, depois, a zika. Agora, cientistas e epidemiologistas começam a se preocupar com outro vírus: o mayaro.

Pesquisadores da Universidade da Flórida, nos Estados Unidos, anunciaram ter encontrado no Haiti um caso inédito de mayaro, doença caracterizada por uma febre hemorrágica similar à da chikungunya.

Ainda que o vírus não seja totalmente desconhecido - foi detectado nos anos 1950 -, até agora só haviam sido registrados pequenos surtos esporádicos na região amazônica e seus arredores.

Especialistas alertam que este caso pode ser um indício de que o vírus está se espalhando e já começa a circular pela região do Caribe.

Lednicky explicou não haver nenhum sintoma que distingue a chikungunya da febre mayaro. Ambas provocam febre, erupções na pele e dores nas articulações.

Em ambos os casos, os efeitos são mais prolongados do que em paciente com dengue e zika, chegando a durar de seis meses a um ano.

"O que está acontecendo é que estamos nos deparando com pacientes que se queixam de erupções na pele e dores musculares prolongadas, mas os exames dão negativo para Zika e Chikungunya. Então, o que afinal eles têm?", disse Lednicky.

O preocupante é que o vírus detectado no Haiti é geneticamente diferente dos que haviam sido descritos previamente, esclareceu o especialista.

"Não sabemos se é um vírus novo ou uma nova cepa de diferentes tipos de Mayaro."

Casos de mayaro

O vírus foi descoberto em 1954 em Trinidad e Tobago, mas até agora só se sabia de surtos isolados na selva amazônica e em outras partes da América do Sul, como Brasil e Venezuela.

O caso encontrado pela Universidade da Flórida foi identificado a partir de uma amostra de sangue de um menino de 8 anos de uma zona rural do Haiti. Ele tinha febre e dores abdominais, mas não apresentava erupções nem conjuntivite, sintomas normalmente associados à chikungunya.

Pesquisadores da universidade colheram uma série de amostras durante e depois do surto de chikungunya no Haiti.

Após a análise virológica e molecular para detectar os vírus da dengue e da zika, foi confirmada a presença da dengue no paciente alvo do estudo, mas também de um novo vírus, identificado depois como o Mayaro, disse Lednicky.

Enquanto a atenção do mundo estava voltada para a  zika, "a descoberta deste outro vírus é uma grande fonte de preocupação", disse Glenn Moris, diretor do Instituto de Enfermidades Patógenas Emergentes da Universidade da Flórida.

""



O que achou de nosso novo Site?
Muito Bom
Gostei
Razoavel
Não Gostei
Ver resultados


01
LÉO SANTANA
SANTINHA

02
PSIRICO
MULHERES NO PODER

03
MC BEIJINHO
ME LIBERA NEGA

04
LA FURIA
MAGNATA FAZ OÊÊ

05
IVETE SANGALO
O DOCE


Hoje: 2
Esta Semana: 23
Este Mês: 99
Total de Acessos: 1461
 
 
  Copyright - Radio Eva FM - Versão 6.0.0 | Todos os Direitos Reservados   EfexHost Streaming e Hospedagem